CONHEÇA: "REZADEIRA - O CASO DA FAMÍLIA CABRAL"

JORNALISMO É O CURSO CERTO PARA VOCÊ?

Fala galera! O ENEM tá chegando aí e com isso acende, novamente, a ansiedade dos vestibulandos com relação ao ingresso no ensino superior. O mais básico questionamento é: "será que eu quero entrar nesse curso mesmo?". Se o curso que você tem dúvidas se deve ou não curso é Jornalismo, este post pode ser uma ajuda, uma vez eu sou graduando em Jornalismo.


Tenho recebido mensagens por email e facebook de leitores perguntando sobre o meu curso, depois que escrevi um post sobre o 1º semestre aqui no blog. É interessante compartilhar com vocês também as respostas que dei a eles; ajudar outros leitores com as mesmas dúvidas.

ACADÊMICO DE JORNALISMO PRECISA GOSTAR DE ESCREVER?

Imagens: Google images.
O perfil mais comum do estudante de Jornalismo é: pessoas comunicativas que gostam de ler e escrever. Existem discentes que não gostam de escrever? Existem, mas isso não é um problema tão grande. No Jornalismo há áreas de atuação onde poderão trabalhar menos com a escrita. Então, não é obrigatório gostar de escrever e ser um escritor fodão da vida com livros de sucesso publicados pelo Wattpad, mas, é necessário saber escrever (em todas as profissões, aliás) e saber escrever bem. Devo dizer que na faculdade, com o tempo, você aprenderá as técnicas para cada tipo de produção textual, basta se esforçar, então isso é tranquilo.

ACADÊMICO DE JORNALISMO PRECISA GOSTAR DE LER?

Nesse caso não tem saída, cara. Jornalista que não lê, não é Jornalista! Na faculdade você terá vários, vários mesmo, textos para estudar. Se você não gosta de ler, provavelmente não conseguirá acompanhar as disciplinas, que basicamente se movimentam com a leitura de variados autores. Tem as disciplinas práticas, mas o curso não é só práticas (e até elas exigem o mínimo de leitura). Em resumo, você vai ler pacas! E gostar de fazer isso reduzirá as possibilidades de reprovações.

É UM CURSO DIFÍCIL?

Depende de cada um. Alguém de Exatas, e totalmente "anti-Humanas", entrando em Jornalismo é um pedido de joelhos para reprovar pelo menos em Cultura Brasileira.

Gosto de pensar que para ser Acadêmico de Jornalismo você precisa gostar de contar histórias, seja através de uma fotografia (fotojornalismo), seja através de um texto (Jornal Impresso, Revista, etc), seja através da sua própria voz e/ou imagem (televisão, rádio, etc). Não gosta de nada disso? Desiste, essa faculdade não é a sua e ela só vai te maltratar, mais do que mulher sem coração; você nem conseguirá respirar dentro dela.

A TIMIDEZ ATRAPALHA?


Cara, a timidez atrapalha qualquer um em qualquer esfera da vida! Você não precisa ser extrovertido, super comunicativo, etc. É um curso de comunicação social, então se você não é comunicativo, você pelo menos aprende a ser. Aos poucos perderá sua timidez, caso a tenha.

Vou desmistificar uma coisa: para a faculdade, você não precisará saber de nada que não tenha aprendido no ensino médio, você só precisa saber das coisas depois que te ensinam (é o lógico, não é?!), então já pode relaxar.

Daí o curso é concluído e a timidez não é superada, a saída é que se encontre em áreas de atuação onde isso não será grande problema: Fotojornalismo, Jornalismo Impresso, Jornalismo Digital, etc.

VEJA TAMBÉM: "TENHO QUE SER UMA PESSOA MUITO COMUNICATIVA E EXTROVERTIDA PARA FAZER JORNALISMO?"

O QUE É ESTUDADO NA FACULDADE?


A maioria das grades curriculares brasileiras contam com disciplinas como Introdução ao Jornalismo, Filosofia, Sociologia, Teorias da Comunicação, Jornalismo Impresso, Jornalismo Digital, Telejornalismo, Fotojornalismo, Assessoria de Imprensa, Semiótica e etc. São um misto de disciplinas teóricas e práticas que possibilitaram ao aluno conhecer a história do Jornalismo, adquirir bagagem cultura, desenvolver senso crítico e aprender como utilizar os diferentes veículos de comunicação para transmitir informação. Somos estimulados a levar inovações para o Jornalismo. Ah, claro, estudamos para não cometer erros como o da charge acima. 

O MERCADO DE TRABALHO É BOM?

Charge: willtirando.com.br
A charge acima introduz bem a questão; primeiro, Jornalista não ganha rios de dinheiro. O mercado de trabalho é extenso, porém, segundo, ele é para os melhores (relaxa, se você ama o curso, você vai ter o seu espaço no mercado de trabalho!), assim como em todas as outras profissões. Atualmente, o que mais emprega Jornalista é a Assessoria de Imprensa. Você pode abrir a sua própria mídia (internet, pra quê te quero?) e, se aproveitar bem os conhecimentos adquiridos, fazer bastante sucesso. Pode abrir um escritório de Assessoria, trabalhar como Social Media, Agente Literário.... São várias as áreas de atuação, incluindo a área acadêmica, como professor universitário do curso.   

O retorno financeiro desestimula muitas pessoas. Os pais geralmente aconselham os filhos vestibulandos a fazer outra curso primeiro (que dê retorno financeiro imediato) e depois fazer o que gosta (Psicologia, Design, Letras, Jornalismo, digamos). Sobre isso, eis exatamente o que eu disse ao responder o email de um leitor "o que eu pensava, e ainda penso, é que se você tem aptidão para uma coisa, não pode insistir em outra onde encontrará maiores dificuldades. Se eu cursasse Engenharia Civil ou Medicina, vai ver não seria tão bom profissional quanto seria ao cursar Jornalismo. A vida aqui é só uma, eu não quero deixar de realizar um sonho e me arrepender depois... porque, pensa comigo: [...] se eu me formo primeiro em Jornalismo, tenho muito mais tempo de oportunidades no mercado de trabalho. Se eu me formo primeiro em Medicina, ou o que for, eu entro na profissão e, posteriormente, quando me formar em Jornalismo, provavelmente não irei querer me arriscar. Provavelmente, nunca atuarei como Jornalista, o tempo passará e morrerei com isso dentro de mim". Claro, isso pode ou não acontecer, mas existe a possibilidade.

Quanto ao salário que não me deixará rico até que eu entre na BBC, The New York Times, Globo, entre outras... (aí vou ser mais rico que 'qualquer' Engenheiro Civil): tudo bem, terei dinheiro para pagar as minhas contas e para me divertir socialmente também. Ganhar dinheiro trabalhando com o que se gosta, é ganhar dinheiro sem trabalhar. O que eu mais quero?

Enfim, se Jornalismo é faculdade certa para você, isso só você pode dizer; dei as informações mais básicas para te possibilitar chegar a essa difícil conclusão.


O que você tem a dizer sobre este post? Deixe o seu comentário, ele é importante. 

Carlos Rodrigo

Escritor. Blogger. Graduando em Jornalismo. Autor do conto "Rezadeira - O Caso da Família Cabral".

4 comentários:

  1. Adorei seu post. Esse ano sou vestibulanda e estou em dúvida se devo fazer Jornalismo ou não. Me ajudou muito <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha ajudado, Laura. Volte sempre (;

      Excluir
  2. OI...Esse post me ajudou muito, sou vestibulanda esse ano e estava super em dúvida sobre qual faculdade fazer...e sei lá,conheci o jornalismo e me encantei, pesquisei muito sobre (quando eu me interesso por algo pesquiso muito kkk)e acabei encontrando muita coisa que me desmotivou, como por exemplo: O mercado de trabalho, o fato de não precisar de diploma pra exercer a profissão e etc..Mas esse post seu me reanimou, então, obrigada! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por nada, anônimo. Obrigado pelo comentário (:

      Excluir